A internet como plataforma de campanha em Salvador « Observatório de Publicidade em Tecnologias Digitais
Rss Feed
Tweeter button
Linkedin button
Flickr button
Newsvine button
Youtube button
 

A internet como plataforma de campanha em Salvador

Por todo o país os partidos e figuras políticas estão procurando realizar seus trabalhos e mobilizar suas bases, afinal estamos em 2012, ano de eleições municipais no Brasil. Como todo ano de eleição, conseguimos identificar figuras que serão candidatas a algum cargo político. Como a legislação nacional proíbe a veiculação de campanha política eleitoral antecipada, podemos perceber algumas ações nesse sentido ainda disfarçadas, que não burlam ou que “enganam” a legislação, ou então prestações de contas de pré-candidatos que já ocupam outros cargos, na intenção de provar sua integridade moral e política.

Em Salvador, nos deparamos com um quadro político conturbado, já que o conhecido quadro baiano de dois polos políticos dessa vez está dividido com o anuncio de algumas pré-candidaturas. O eleitorado baiano terá então maior trabalho para escolher seu representante. Dado tal quadro, espera-se que os candidatos procuram ao máximo realizar sua tímida campanha eleitoral, às escondidas.

As possibilidades da internet hoje permite que essas ações sejam mais ampliadas e difíceis de ter um controle por parte do legislativo. Partindo dessa realidade, quatro desses pré-candidatos à prefeitura da cidade de Salvador tiveram seus sites analisados: ACM Neto, Mario Kertész, Alice Portugal e Nelson Pelegrino.

ACM Neto foi o que apresentou maior exploração do meio online. Apresentou um site que possui uma identidade visual com sua figura e com seu partido; uma forma diferente e animada de apresentar sua biografia, que impulsiona o eleitor a ler; um portal de transparência de suas ações como Deputado Federal; link para suas redes sociais, além de também apresentar vídeos, fotos suas e de eleitores com ele, um mural onde perguntas e opiniões de eleitores são exibidas seguidas de respostas de Neto, além de um espaço de cobranças das ações do poder público.

Mario Kertész não possui um site, mas sim um blog que fica alocado no site da rádio Metrópole, a qual este é o dono. Neste blog ele exibe informações sobre seu trabalho na rádio e notícias sobre a cidade Salvador, sem mais ações. Exibe também link das redes sociais que está inserido.

Alice Portugal possui um site que apresenta identidade visual com sua figura política. Oferece para o eleitor outra forma de conhecer sua carreira política, através de uma revista online, que porém, possui apenas uma edição. Apresenta sua equipe de gabinete, além do link que encaminha para o portal da câmara de deputados, onde o eleitor pode ver suas ações como Deputada Federal. Não possui link para suas redes sociais na internet. É a única que não possui uma fanpage no Facebook e sim uma perfil.

O site de Nelson Pelegrino se encontra fora do ar. Ele possui perfis nas redes sociais mais populares, como Facebook e Twitter.

Esse uso tímido e limitado da internet por parte de alguns candidatos é fruto tanto da legislação que proíbe atividades antecipadas de campanha, como do baixo número de eleitores que buscam informações sobre política na internet. Porém aqueles que não se limitam por esses motivos e exploram mais esse meio já encontram resultado, sendo os mais bem colocados nas pesquisas e na mídia, como os que possuem maior chance de vitória hoje.

Related Posts with Thumbnails
  • email
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Digg
  • LinkedIn
  • Technorati
  • Tumblr
  • Yahoo! Bookmarks
  • Reddit
  • MySpace
 

Comentários

Nenhum comentário até agora.

  • Deixe seu comentário
     
    Your gravatar
    Seu nome